A Mais Pura Verdade, de Dan Gemeinhart | Chá para Expectativa

A Mais Pura Verdade, de Dan Gemeinhart

O que um menino de 12 anos pode fazer após descobrir que está muito doente? Uma doença que pode leva-lo a qualquer momento. Uma doença que limita a realização de seu grande sonho? Nessa situação, o menino tomou uma decisão. Decidiu viver a maior aventura da sua vida.

Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Gênero: Drama - Aventura - Suspense
Ano: 2015 / Páginas: 224
Avaliação: 

"Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido um sentido muito importante, Mark não tem nada a ver com as outras crianças.
Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável."


Demorei bastante para ler esse livro porque eu estava com medo de me decepcionar com a história. Essa é a mais pura verdade. Quando foi lançado, a capa e a sinopse me chamaram a atenção. Curiosa como sou, busquei várias resenhas em blogs e instablogs. Para minha surpresa, o que li de resenhas positivas, li também muitas resenhas negativas (que concordei em partes só por ter lido a síntese). Nessa enrolação toda, eis que finalmente li. E quer saber? Eu adorei.


“A montanha estava me chamando. Eu tinha que fugir. E como tinha...” (Pág. 09)


Para viver a maior e tão sonhada aventura, Mark planejou sua fuga e roteiro detalhadamente como se fosse um jovem adulto. Apesar de querer deixar para trás todo o resto, Mark pensa durante sua viagem como ele teve coragem de escapar sem avisar sua família e como é chato estar doente. “A vida é um saco. Essa é a mais pura verdade.” Até chegar ao seu objetivo, ele passa por maus momentos com seu cachorrinho Beau. A dupla teve que lidar com situações perigosas. Situações que deixaria qualquer pessoa em pânico só de pensar em estar nas mesmas condições que eles.
A história é narrada pelo protagonista Mark, mas em alguns momentos muda o ponto de vista para a mãe de Mark e sua amiga Jessie.

Foto e edição por Estephane Faria
   
“O mundo inteiro era vento.” (Pág. 183)


Eu me aventurei. Tive um MIX de emoções durante toda a leitura que quase entrei numa ressaca literária. Não é exagero! Fiquei pensando muito no Mark com limitações e sua ideia de realizar um sonho exagerado. A história nos faz refletir de diversas formas. Uma delas é se o protagonista foi realmente corajoso, egocêntrico ou irresponsável? 

A leitura decorre muito fácil e é empolgante. Dan Gemeinhart soube criar vários acontecimentos na trama para prender os leitores curiosos, mas na minha perspectiva, ele poderia ter elaborado um protagonista mais maduro. Visto que, algumas situações encontradas no livro ficaram pesadas para um personagem que tem 12 anos e está doente. Dan me deixou de cabelo em pé. Ou o Mark? (risos)

Indico o livro para quem quer se aventurar ou pelo menos para quem queira saber quais situações perigosas o Mark e seu fiel amigo Beau tiveram que enfrentar.



*Escolhido pelo 
CBBlogers como post e blog da semana (03/02/17)

O que achou deste post?
Chá para Expectativa© 2016 - 2017 | Layout por A Design