Mais filmes em 2015: Fevereiro e Março | Chá para Expectativa

Mais filmes em 2015: Fevereiro e Março

Foto e projeto por Thaís Cavalcante
Sim, estou atrasada no projeto. Era para postar os filmes assistidos de junho, mas a faculdade não me deu tempo. Foi um semestre cansativo demais. Pensei até desistir do projeto, porém sou persistente. haha
Bora conferir o que assisti em Fevereiro!

O Grande Hotel Budapeste


Sinopse: No período entre as duas guerras mundiais, o famoso gerente de um hotel europeu conhece um jovem empregado e os dois tornam-se melhores amigos. Entre as aventuras vividas pelos dois, constam o roubo de um famoso quadro do Renascimento, a batalha pela grande fortuna de uma família e as transformações históricas durante a primeira metade do século XX.
Gênero: Aventura - Comédia - Drama | Avaliação:
Escolhi esse filme para assistir por causa do elenco. Só tenho uma coisa a dizer: Virei fã do cineasta Wes Anderson. O sinônimo para os filmes produzidos pelo Wes Anderson é perfeição. Achei o filme sensacional – tanto a narrativa, como o visual. O filme tem uma fotografia apaixonante, personagens cativantes e humor na medida certa. Uma das melhores partes que gostei além do roubo do quadro (achei hilário), foram as aventuras fora do hotel – colocando o gerente Monsieur Gustave e seu mensageiro Moustafa em apuros. 

Moonrise Kingdom


Sinopse: Anos 60, em uma pequena ilha localizada na costa da Nova Inglaterra. Sam e Suzy sentem-se deslocados em meio às pessoas com que convivem. Após se conhecerem em uma peça teatral na qual Suzy atuava, eles passam a trocar cartas regularmente. Um dia, resolvem deixar tudo para trás e fugir juntos. O que não esperavam era que os pais de Suzy, o capitão Sharp e o escoteiro-chefe Ward fizessem todo o possível para reencontrá-los.
Gênero: Comédia - Drama - Romance | Avaliação:
Outro do Wes Anderson que vale a pena assistir. É um filme cativante, mas foge um pouco dos clichês de filmes infantis que já assistimos na Sessão da Tarde. É diferente e adorei a trama por isso. Quando os apaixonados, Sam e Suzy decidem fugir – vários porquês surgiram das pessoas que convivem com eles. Inclusive do grupo de escoteiros de Sam, que tiveram um bate-papo nada puro. (risos)

Operação Big Hero


Sinopse: Na cidade high-tech de San Fransokyo, o prodígio da robótica Hiro Hamada vê a paz local ser ameaçada por forças poderosas e, acompanhado pelo robô Baymax, se une a um time de combatentes inexperientes determinados a enfrentar os inimigos e salvar o paraíso futurista da destruição. 
Gênero: Ação - Animação - Aventura | Avaliação:
Em quando Hiro construía robôs para lutas clandestinas, seu irmão Tadashi cria um robô capaz de detectar e tratar sensações de uma pessoa – o Baymax, um assistente de saúde pessoal. As trapalhadas entre Hiro e Baymax é de tirar boas risadas. Um filme engraçado, fofo e emocionante. Uma pena não ter assistido no cinema.

Drácula - A História Nunca Contada


Sinopse: Numa época de guerra na Romênia, o príncipe Vlad Tepes comanda tropas contra os invasores otomanos. Ele percebe que perderá a batalha e por isso recorre ao demônio com quem faz um pacto e assim o príncipe adquire forças para vencer o inimigo, o que lhe custará muito caro.
Gênero: Ação - Drama - Fantasia | Avaliação: 
Criei expectativas demais quando assistir o trailer. A intenção de mostrar o Drácula mais humano foi boa, mas achei o enredo fraco. Não prendeu minha atenção e estou esperando a história nunca contada até hoje. A cena da batalha salvou um pouco o filme.

Março

47 Ronins


Sinopse: Kai um excluído que se une a Oishi, o líder dos 47 Ronins. Juntos eles buscam vingança sobre o traiçoeiro soberano que matou seu mestre e baniu sua espécie. Para devolver a honra à sua pátria, os guerreiros embarcam em uma missão que os desafia com uma série de provas que destruiriam os guerreiros comuns. 
Gênero: Ação - Aventura - Drama | Avaliação:
Inspirado na lenda 47 ronins (considerada uma lenda nacional no Japão). O filme tem lindas paisagens que fez meus olhos brilharem. Óbvio que não teve adaptação ao pé da letra, mas não deixa de ser um filme interessante para quem ainda não conhece a lenda. Acho que faltou esclarecimentos em algumas partes do filme e, o personagem Kai (Keannu Reeves) poderia ser interpretado por um ator japonês – já que o elenco principal são atores japoneses né?!


Como deu para perceber, comecei a falhar no projeto. Em Março eu deveria assistir 4 filmes, mas não pude. Fiquei todo enrolada que não deu tempo pra assistir nada. Vou tentar me recuperar nessas férias.  Nas próximas semanas vou postar de Abril/Maio e Junho. Foi outro fracasso (risos).

Não se esqueçam de seguir o blog e me acompanhar nas redes sociais 



Chá para Expectativa© 2016 - 2017 | Layout por A Design